Saúde em Destaque

04/09/2019

Incômodo no estômago ou na garganta pode indicar refluxo

O refluxo gastroesofágico (DRGE) é um distúrbio digestivo que acomete mais de 20% dos brasileiros. A doença causa queimação no estômago e pode evoluir para quadros mais sérios. Para esclarecer as principais questões sobre o refluxo, entrevistamos a gastroenterologista, Dra. Aline Pécora. Confira:

 

Por que o refluxo acontece?

O refluxo é o retorno do conteúdo do estômago (suco gástrico, ácido) para dentro do esôfago. Este órgão não tem revestimento de proteção contra o ácido do estômago, o que causa sintomas como azia, queimação, regurgitação e dor.

 

Quais as restrições de alimentos para quem tem a doença?

Alguns alimentos precipitam ou pioram os sintomas. São eles: excesso de condimentos, temperos, açúcar, bebidas gaseificadas, bebidas alcóolicas, cafeína, mentolados e alimentos gordurosos.

 

O que o refluxo pode causar na garganta?

O refluxo gastroesofágico também pode causar sintomas mais incomuns (atípicos) como tosse seca, rouquidão e sensação de ardência na garganta.

 

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico prevê a pHmetria esofágica, mas a endoscopia digestiva alta é indispensável previamente. O diagnóstico dos sintomas típicos e atípicos é suspeitado após uma consulta médica bem feita.

 

Há como aliviar o refluxo na hora? E como é feito o tratamento?

Alguns antiácidos aliviam os sintomas, mas o melhor tratamento deve ser indicado pelo gastroenterologista, após consulta médica e exames necessários para cada diagnóstico.

voltar